Textos publicados nos boletins informativos semanais

Ser mãe,
não é somente acalentar no peito
o filho estremecido de sua alma.

Ser mãe,
não é apenas contemplar no leito
a infante vida a adormecer tão calma.

Ser mãe,
não é só dar ao filho do alimento,
que vá satisfazer-lhe a vida inteira.

Ser mãe,
não é somente olhar, todo momento,
a criança entretida em brincadeira.

Ser mãe,
é viver as constantes emoções
de quem é responsável pela nau,
assaltada por grandes turbilhões.

Ser mãe,
é lutar pelo filho em orações,
como lutou Jacó perante o vau.

Ser mãe,
é tornar-se heroína no perigo;
é ser na tempestade forte abrigo.

Ser mãe,
é ver no filho sempre uma criança,
a precisar de amor e de carinho.

Ser mãe,
é ter no filho sempre uma esperança
de vê-lo caminhar o bom caminho.

Ser mãe,
é servir de amparo sobre o abismo,
é sujeitar-se a todo traumatismo.

Ser mãe,
é, no viver, brilhar de tal maneira,
que deixe atrás de si brilhante esteira

Ser mãe, enfim,
é, num misto de dor e alegria,
viver a vida inteira num só dia.

Rev. Thiago R. Rocha

Joomla templates by Joomlashine